Alive from Maputo #1

by - 13.5.14

Hoje descobri que 10 horas de um dia não são a mesma coisa se estivermos a passá-las dentro de um avião. No dia-a-dia parece que o tempo voa. Os dias passam rapidamente, as semanas desaparecem e num instantinho já passou um ano inteiro de meses no calendário.

Hoje, 10 horas de voo passaram com a lentidão de uma tartaruga coxa. Vi 3 filmes, comi, fui uma meia dúzia de vezes à casa de banho, olhei pela janela e dormi. Ainda me sobrou tempo para ficar a olhar para o ar, questionando porque é que raio deixei o netbook e o livro que levei para me entreter, fora de alcance. Podia ter colocado o saco com as coisas debaixo do banco e assim escusava de incomodar mais o vizinho do lado. Mas vá lá, sobrevivi. E guess what? Amanhã há mais duas horas de voo até Quelimane. Estou desejosa de me enfiar num avião outra vez! [Captaram o tom irónico, não é?]

Depois o mais engraçado é que saí do aeroporto, enfiei-me no táxi e do táxi saí direta para o hotel mas o meu cabelo ainda teve tempo de se encarapinhar todo, devido à condensação de humidade que há no ar. Isto vai ser bonito, vai! 

You May Also Like

0 comentários