Apetecer recuperar fotos da Costa Vicentina, um dos sítios onde não me canso de voltar. Há muito por explorar e conhecer e facilmente nos perdemos na imensidão da paisagem e nos encontramos na riqueza dos pequenos detalhes.

Esta viagem foi feita em Novembro.Estava frio e fizeram dias de chuva e outros de sol. A chuva não nos impediu de andar a passear, até porque tínhamos levado o Óscar (o cão) connosco e a viagem foi planeada justamente a pensar em passarmos algum tempo com ele.












Ficámos hospedados na Quinta do Sardanito de Trás, perto da Zambujeira do Mar, na casa Margarida. Tínhamos o essencial para um dia de inverno: uma lareira com uma canastra cheia de lenha para nos aquecer e uma cozinha para preparar algum aconchego para o estômago. O melhor de tudo é que permitem a estadia de cães sem que se pague mais por isso. Ainda tínhamos um mimo ao pequeno-almoço pela manhã, com pão quente e compotas deliciosas deixadas penduradas num saco de pano à porta de casa. Há mimosices para o verão também: piscina, barbeque e esplanada. Dessas coisas não usufruímos afinal de contas para nos molharmos bastava sair à rua e o que apetecia mesmo era o aconchego dos pequenos detalhes do interior da casa! 





 No verão acampamos preferencialmente. Sai mais barato e bem vistas as coisas, com tanta coisa para fazer só se precisa de um sítio para descansar. Se no Inverno tudo parece um pouco morto e temos quilómetros de praias quase sempre só para nós (muitas vezes só partilhadas com surfistas), no verão tudo se transforma. Há gente aos molhos. Há cor. Calor. Lojinhas com produtos locais. Sente-se um ambiente alternativo no ar, apetece aventura e outdoor.


















1 comentário

  1. Adorei! :) Principalmente as fotos da Quinta do Sardanito.... ai que saudades de lá voltar! Adoro lá ir e venho sempre com vontade de ficar mais uns dias. Pela quinta, pelo descanso em si e pelas paisagens lindas que nos arregalam os olhos! :)

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.

Instagram