Porque "o essencial é invisível aos olhos"

by - 23.4.15

Viajar com uma mala de dez quilos ajuda-nos a repensar a vida. De repente há coisas que não são absolutamente essenciais e por isso mesmo dá bem para passar sem elas. Usar o mesmo casaco durante uns quantos dias já não é grave e se calhar até não faz mal alternar entre apenas dois pares de sapatos. Sou prática quando viajo e não me custa deixar coisas para trás, concentro-me no básico para andar limpa e confortável. Na mala levo também perspectivas de que não há viagem que não nos transforme um bocadinho. Levo a máquina para registar momentos e trazer comigo pedaços de outros mundos e de outras vidas. Isso sim, para mim, é essencial. Isso e tudo o resto que me encanta e me seduz numa viagem.     

You May Also Like

0 comentários