A meio de um exercício de escrita criativa o pequeno Carlos bloqueou e não sabia o que escrever a seguir. Para ajudar sugeri-lhe que, por exemplo, criasse diálogos entre as personagens.
_As flores não falam!_responde-me logo com muita certeza.
_Mas as flores podem falar se tu quiseres, o texto é teu, podes escrever o que quiseres! Tudo é possível na escrita! 
_Mas as flores não falam!
_Está bem, pronto. E as formigas e as abelhas, falam?
_Sim! 

Estava a começar a ficar preocupada com a incapacidade do miúdo para ver fora do quadrado.

1 comentário

Com tecnologia do Blogger.

Instagram