Quando olho para o meu avô tão sumido de si mesmo e das memórias que tenho dele, penso que a vida, com tudo o que tem de maravilhoso, é também demasiado cabra e por isso temos que aproveitá-la ao máximo enquanto pudemos, sem desculpas e sem subterfúgios! 

4 comentários

  1. É aproveitá-los enquanto os temos :)

    ResponderEliminar
  2. É verdade... também eu cada vez penso mais assim. Também por ver os meus a ficarem mais velhotes e por ver casos que há por ai. Mas uma coisa é eu pensar e outra é eu fazer! Porque infelizmente deixo-me absorver, demasiado, pelos problemas do dia a dia!

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.

Instagram