Querido Paris,

Lembro-me bem de ti. Recordo-te frio e gelado no tempo que aí passei. Num dos dias esteve menos oito graus centígrados, apesar do sol. Bem sei que não é muito, mas para mim foi, porque não estava habituada a ti, ao teu mau feitio gélido e invernal. Lembro-me de me deixares de dedos enregelados, mesmo com luvas, porque queria andar sempre a fotografar-te. Encantavas-me a cada segundo. Foste implacável com essas tuas temperaturas desnorteantes mas, apesar disso, recordo detalhes únicos em ti.












































Lembro-me do cheiro a crepes com chocolate e do seu sabor reconfortante, a combinar tão bem com o teu frio. Lembro-me da antipatia das pessoas, do ar de quem não quer saber. As tuas pessoas não são as mais simpáticas com quem já falei e são tão agrestes como tu. Lembro-me que apesar de tudo isso, me encantei com a tua dinâmica, por toda a gente que circulava nas tuas ruas. Pensei na altura que ainda não tinha visto tanta pessoa elegante por metro quadrado. Lembro-me de me sentir bem em ti, a circular pelo teu mundo. Lembro-me das tuas cores, vermelhas, amarelas, aconchegantes e convidativas. Lembro-me da magnitude dos teus espaços e do aconchego dos teus bairros. Lembro-me que na altura achei que tu, Paris, eras a cidade mais bonita e elegante do mundo. Se calhar és, afinal de contas és a cidade do amor! Lembro-me que fiquei com vontade de voltar um dia para te explorar mais. 

Será que esperas por mim e te conservas assim? 











4 comentários

  1. Que carta bonita ;)
    Romântica, tal como o destinatário.
    Se fosse a Paris com -9º teria odiado a cidade :| (como eu odeio frio!!!) Mas já tenho saudades de lá voltar.
    Beijinhos *

    ResponderEliminar
  2. Palavras bonitas e fotografias lindas!
    Ainda nao fui a Paris, tinhamos pensado ir este ano mas nao sei... Vamos ver :)

    ResponderEliminar
  3. Escrevi duas cartas a Paris. Numa respondeu-me educadamente, na outra ia-me levando na enxurrada.

    ResponderEliminar

Com tecnologia do Blogger.

Instagram