Isto de se viver no Algarve tem muito que se lhe diga. É certo que de património edificado não temos coisas de bradar aos céus. Não há catedrais, ou igrejas especialmente bonitas, ou mosteiros, etc, etc. Há uns quantos castelos do tempo dos mouros, umas pontes romanas, uns aquedutos e azulejos... Depois há toda a cultura mediterrânica que é muito rica e interessante, mas pouco perceptível aos mais distraídos. Acho que o mais palpável no Algarve é mesmo a diversidade que o património natural nos proporciona.

O meu fim de semana foi um exemplo dessa diversidade. Começou com a tiragem de cortiça numa das nossas propriedades, no sábado de manhã. Foi a primeira vez que estive presente e percebi a relação de respeito que tem que haver pela árvore para se fazer um bom trabalho. É incrível a relação Homem-Sobreiro.






A tarde foi de passeio pelas ruelas floridas de Estoi. Estoi aparentemente é só uma pequena vila, mas com um olhar mais atento conseguimos perceber-lhe coisas caricatas, que residem nos pequenos detalhes com que nos cruzamos pelo caminho. Depois há Pousada de Estoi, considerada património de interesse público. Se algum dia vierem para estes lados, é uma boa opção para se hospedarem.




Seguiu-se um pôr do sol na Fuzeta, junto ao mar. A Fuzeta tem traços de vila piscatória e há opção de fazer praia na Ria ou, a parte mais interessante, para mim, no mar. Faz-se uma rápida travessia de barco e estamos numa língua de areia de águas amenas e calmas, cristalinas até, em alguns dias. No verão tem um vendedor de bolas de berlim que diz umas coisas muito engraçadas em vários  idiomas (tenta ele!).




No Domingo rumámos a Alcoutim. Serra, mais uma vez, mas com o Rio Guadiana a marcar a fronteira com Espanha. Terras- fronteira, são terras com história. No caso de Alcoutim, histórias à volta do rio, da pesca, do contrabando, das relações com os vizinhos espanhóis... 
Alcoutim é uma pequena vila muito bem conservada onde se passa um dia muito agradável. Tem toda a envolvência do rio e ainda uma praia fluvial. Junto à praia, neste fim de semana, encontrámos uma feira de artesanato e etnografia.






1 comentário

Com tecnologia do Blogger.

Instagram